MPPE sem aumento de orçamento

Emendas foram propostas na audiência, mas nenhuma foi aprovada

Canteiro de obras do novo gabinete do prefeito de CamaragibeCanteiro de obras do novo gabinete do prefeito de Camaragibe - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

 

A Comissão de Finanças, Orçamento e Tributação da Alepe se reuniu na última quarta-feira (23) para votar os relatórios parciais para a Lei de Orçamento Anual (LOA) para 2017. Na ocasião, os deputados negaram aumentar o valor proposto para o orçamento do MPPE, previsto em R$ 421 milhões. O MPPE havia pedido R$ 555 mi.

De acordo com a assessoria de imprensa da Alepe, emendas foram propostas na audiência, mas nenhuma foi aprovada. “Respeitamos a decisão da Comissão, mas discordamos e vamos continuar trabalhando pelo convencimento dos senhores deputados. O cidadão pernambucano não merece ter o Ministério Público mais desestruturado do Brasil”, afirmou o presidente da Associação dos Promotores de Pernambuco, Roberto Brayner.

O MPPE afirmou que está estudando o resultado da sessão e “posteriormente deve falar sobre o assunto”. O relatório final da LOA 2017 será votado na próxima semana.

 

Veja também

Em reta final, Trump e Biden levam luta eleitoral à decisiva Flórida
EUA

Em reta final, Trump e Biden levam luta eleitoral à decisiva Flórida

Denúncias contra direitos humanos podem ser feitas via WhatsApp
Redes Sociais

Denúncias contra direitos humanos podem ser feitas via WhatsApp