Saúde

Mulher é curada do vírus HIV após transplante de células-tronco

A mulher, de 64 anos, é a terceira pessoa do mundo a ser curada do vírus

Teste de HIVTeste de HIV - Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

Um grupo de cientistas norte-americanos divulgou uma descoberta que representa um grande passo na história da medicina. Pela primeira vez, uma mulher foi curada do vírus HIV após transplante de células-tronco do sangue de um cordão umbilical. 

A paciente, de 64 anos, é a terceira pessoa do mundo a receber o tratamento e ter o vírus eliminado completamente do organismo.

O sangue que ela recebeu foi utilizado para tratar uma leucemia. O doador era naturalmente resistente ao HIV e a mulher está livre do vírus há 14 meses.

Normalmente, sangue de cordão umbilical é usado em transplantes de medula óssea e não tem necessidade de ser compatível com o receptor. 

O caso foi revelado na Conference on Retroviruses and Opportunisitic Infections

Segundo os cientistas, a metodologia aplicada pode ser utilizada para tratamento em mais pessoas. 

O caso está sendo acompanhado e pode dar sinais de estratégias para a cura definitiva do vírus que causa a Aids. 

Veja também

Cachorro mais alto do mundo é reconhecido pelo "Guinness"; veja altura e imagens
FOLHA PET

Cachorro mais alto do mundo é reconhecido pelo "Guinness"; veja altura e imagens

Deslizamento de terra deixa seis mortos em zona turística do Equador
Tragédia

Deslizamento de terra deixa seis mortos em zona turística do Equador

Newsletter