Polícia

Mulher é morta a tiros dentro de casa em Olinda, e polícia procura companheiro, suspeito do crime

Espingarda foi encontrada próximo ao local do crime

Dayse Rodrigues da Silva foi morta dentro de casaDayse Rodrigues da Silva foi morta dentro de casa - Foto: Reprodução

Uma mulher de 45 anos foi assassinada a tiros, na noite dessa segunda-feira (13), em Alto Novo Olinda, em Olinda, Região Metropolitana do Recife. O principal suspeito do crime é o companheiro dela, um homem de 43 anos, que fugiu após os disparos. A Polícia Civil investiga o caso como um feminicídio, quando a mulher é morta por seu gênero.

De acordo com a Polícia Civil de Pernambuco, testemunhas confirmaram que o autor do crime foi o companheiro de Dayse. Ele fugiu numa moto, de cor vermelha. Populares também indicam que o homem não aceitava o fim do relacionamento. 

A vítima foi identificada como Dayse Gonçalves da Silva. O nome do suspeito não foi informado. Relatos à Polícia Militar indicam que o chamado para o local foi feito por volta das 20h.

O solicitante afirmou que Dayse estava sendo agredida fisicamente. Os policiais militares chegaram ao local com a mulher já morta.

Uma espingarda foi encontrada próximo ao local do crime. Essa arma foi apreendida e levada para a delegacia. As investigações deverão apontar se a espingarda foi usada pelo companheiro para atirar na mulher. 

"As investigações continuam até elucidação do crime", afirmou a Polícia Civil, que registrou o caso, na segunda-feira (14), por meio da Força-Tarefa de Homicídios Metropolitana Norte.

O corpo de Dayse foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). Ainda não há informações sobre velório e enterro da mulher.
 

Veja também

Justiça da Colômbia acusa ex-presidente Uribe de suborno e fraude
america latina

Justiça da Colômbia acusa ex-presidente Uribe de suborno e fraude

Educação midiática é essencial para combater a desinformação
tecnologia

Educação midiática é essencial para combater a desinformação

Newsletter