Mulher é morta pelo companheiro em Nova Descoberta

Segundo a polícia, o suspeito confessou o crime e já tem passagem pelo sistema penitenciário por matar outra mulher

Delegado Roberto LogoDelegado Roberto Logo - Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma mulher identificada como Marta Maria dos Santos, 27 anos, foi morta por estrangulamento, dentro de casa, na madrugada desta quinta-feira (24), no bairro de Nova Descoberta, Zona Norte do Recife. O companheiro da vítima, Jonatha Vasconcelos da Silva, 29, confessou o crime e acabou sendo preso em flagrante, em Gravatá, no Agreste de Pernambuco. Ele foi levado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro do Cordeiro, no Recife.

O corpo da vítima foi encontrado pela mãe dela após receber um telefonema do suspeito informando que havia cometido o crime. Uma equipe da Força Tarefa de Homicídios compareceu até o local para iniciar as investigações. Marta tinha dois filhos, de 9 e 5 anos, que moram com a avó materna. Segundo familiares de Marta Maria dos Santos, 27 anos, ela estava grávida de dois meses, mas a polícia aguarda laudos do Instituto de Criminalística (IC) para confirmar a informação.

Leia também:
Casos de feminicídio põem em alerta governo e organizações civis
Agressores de mulheres deverão ressarcir custos com atendimento médico


Ainda de acordo com familiares de Marta, que morava há seis meses no Conjunto Habitacional Josué Pinto, na Avenida Otacílio de Azevedo, o crime aconteceu após uma discussão. O delegado Roberto Lobo informou que o suspeito já cumpriu pena pelo assassinato de uma ex-mulher e foi solto em setembro. "Ele tem histórico de agredir mulheres e apenas cerca de dois meses após sair da prisão matou uma nova namorada", disse Lobo.

A motivação do crime ainda está sendo investigada. O delegado disse que há duas possibilidades. Uma delas é que a vítima estava querendo se separar de Jonatha, mas ele não aceitava e por isso eles teriam discutido. "A outra alternativa é que ele teria ficado com ciúmes, dizendo que ela estava se envolvendo com outros homens, e começaram uma discussão. Ele disse que Marta teria puxado uma faca para ele no meio da briga e ele teria reagido para se defender, mas não foi encontrada a faca e o suspeito não soube explicar onde foi parar essa arma", disse.

O delegado disse que Jonatha Vasconcelos foi autuado por feminicídio e caso a gravidez da vítima seja confirmada a punição será aumentada. "O casal tinha uma relação conturbada, com várias brigas. A família disse inclusive que a vítima escondia as facas de casa porque tinha receio de que pudesse ser morta pelo companheiro", disse Roberto Lobo. Nesta sexta-feira (25), Jonatha passará por audiência de custódia no Tribunal de Justiça de Pernambuco. O caso será encaminhado para a Delegacia da Macaxeira.

Veja também

Flórida elimina restrições por Covid-19 enquanto supera 14.000 mortos
EUA

Flórida elimina restrições por Covid-19 enquanto supera 14.000 mortos

Mídia americana afirma que Trump indicará Amy Coney Barrett para Suprema Corte
internacional

Mídia americana afirma que Trump indicará Amy Coney Barrett para Suprema Corte