Mulher é presa no Aeroporto do Recife com mais de 8 kg de cocaína

A prisão aconteceu no último sábado (29) durante ação padrão de policiais federais destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes

Foram encontrados oito pacotes embalados em fita adesiva, com 8,7 kg de cocaína em forma pastosaForam encontrados oito pacotes embalados em fita adesiva, com 8,7 kg de cocaína em forma pastosa - Foto: Divulgação/PF

Uma mulher foi presa em flagrante no Aeroporto dos Guararapes, na Zona Sul do Recife, ao desembarcar em um voo vindo de Goiás com mais de 8 kg de cocaína na bagagem. A droga seria transformada em crack e abasteceria pontos de venda na capital, e em Jaboatão dos Guararapes e Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Segundo a Superintendência da Polícia Federal de Pernambuco (PF/PE), a suspeita, que tem 33 anos e é cabeleireira, mas não teve o nome divulgado, é natural de Cuiabá/MT e já possui antecedentes criminais por porte de cocaína.

A prisão aconteceu no último sábado (29) durante ação padrão de policiais federais destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes, mas o caso só foi divulgado nesta segunda-feira (2). Na ação, bagagens de passageiros foram separaram para serem submetidas ao aparelho de raio x, que detectou uma mala do voo vindo de Goiana/GO com diversos materiais orgânicos em formato de tabletes, que estavam escondidos em meio às roupas.

Leia também:
Jovem é presa por tráfico de drogas no Aeroporto Internacional dos Guararapes
Coronavírus leva Anvisa a reforçar atenção em portos e aeroportos
Preso no Aeroporto do Recife paraense com 400 mil euros em bagagem


Ainda de acordo com a PF, ao ser identificada, a passageira, proprietária da bagagem, demonstrava bastante nervosismo, inquietação e impaciência. Ela foi levada para  entrevista com os federais, que começaram a questionar sobre o que havia no interior da mala. A mulher respondeu com bastante insegurança e entrou em contradição.

A ação foi concluída quando os policiais abriram a mala na presença da suspeita e encontraram oito pacotes embalados em fita adesiva com 8,7 kg de cocaína em forma pastosa, além de passagens aéreas, um aparelho celular e a quantia de R$ 504.

Após a droga ter sido encontrada, a mulher recebeu voz de prisão em flagrante e, em seguida, foi conduzida para a Superintendência da Polícia Federal, no Bairro do Recife, área central da capital pernambucana, onde acabou sendo autuada por tráfico interestadual de entorpecentes.

Durante interrogatório, a suspeita disse que se encontrava em situação financeira ruim e que foi aliciada por um homem em Cuiabá/MT que ofereceu R$ 5 mil pelo transporte da droga até o Recife. A cocaína seria transformada em crack e abasteceria pontos de venda de drogas na capital pernambucana, em Jaboatão e em Olinda.

Após a autuação, a presa realizou exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, na área central do Recife, e foi levada para a audiência de custódia, ficando à disposição da Justiça Estadual. Caso seja condenada, a suspeita poderá pagar penas que variam de cinco a 20 anos de reclusão.

Segundo a PF, essa foi a quarta apreensão de cocaína feita no Aeroporto dos Guararapes este ano, totalizando 27 kg encontrados. Até o momento, quatro pessoas foram presas, entre elas, três mulheres e um homem. Em 2019, mais de 60 kg de cocaína e 30 kg de skunk foram encontrados no Aeroporto dos Guararapes e 10 pessoas foram presas.

Veja também

Secretário de Saúde de Pernambuco critica entraves diplomáticos que afetam vacinação no Brasil
Covid-19

Longo critica entraves diplomáticos à vacina: "Não podem colocar em xeque a saúde dos brasileiros"

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões
Economia

Mega-Sena acumula e prêmio vai para R$ 22 milhões