Mulher é presa no Recife tentando embarcar para Portugal com cocaína

Questionada pela Polícia Federal, a suspeita admitiu ter feito travessia de drogas outras vezes

Além da cocaína, foram apreendidos R$ 5.680 em euros com a mulherAlém da cocaína, foram apreendidos R$ 5.680 em euros com a mulher - Foto: Divulgação/Polícia Federal

Uma mulher foi presa ao tentar embarcar com 3,5 quilos de cocaína para Portugal, no Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre, na Imbiribeira, Zona Sul do Recife. Identificada como Jéssica Jadete Gonçalves, 24 anos, a suspeita foi flagrada por policiais federais e autuada por tráfico internacional de drogas e conduzida à sede da Polícia Federal, no Bairro do Recife.

Questionada pelas autoridades, ela explicou que levava a droga por necessidade financeira - ganharia R$ 10 mil pelo serviço, e admitiu ter participado de outras travessias, tendo sido aliciada em Florianópolis, onde mora. No entanto, ela não revelou o nome do traficante responsável.
  
A suspeita das autoridades começou após verificarem dois objetos retangulares dentro da mala da mulher, no raio-X do aeroporto. Levada à sala da PF, começou a se contradizer na explicação. Quando foi aberta a mala, foi constatado que se tratavam de dois tabletes de cocaína. Além da droga, foi apreendido um celular, cartões de embarque e € 1.420 Euros, valor hoje equivalente a R$ 5.680.

A prisão ocorreu na madrugada da última terça-feira (27). Nesta quarta-feira (28), a suspeita deve passar por audiência de custódia e, caso seja decretada prisão preventiva, será encaminhada à Colônia Penal Feminina do Bom Pastor, na Iputinga, Zona Oeste da Capital.

Leia também:
Cão da polícia ajuda a localizar drogas em Caruaru
Detenções, apreensão de drogas e polêmica após vasta operação militar no Rio
Médico da UPA acusado de estupros conta com outros processos


Números
De acordo com a Polícia Federal, esta foi a primeira apreensão de drogas em 2018. No ano passado, 12 homens e dez mulheres foram pegas no Aeroporto dos Guararapes tentando embarcar com substâncias ilícitas, sendo 45,9 kg de cocaína, 43 de skunk e 30 de maconha.

Veja também

Professora da Unicap é acusada de racismo
Racismo

Professora da Unicap é acusada de racismo

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG
animais

Homem é condenado a pagar 15 salários mínimos por maltratar cães em MG