A-A+

Crime

Mulher é presa por crime de estelionato; Polícia Civil estima prejuízo de R$ 100 mil às vítimas

A atuação da mulher era com a venda de títulos de sócios de um parque aquático e com seguros de automóveis

Provas do crime de estelionato Provas do crime de estelionato  - Foto: Divulgação/PCPE

Uma mulher foi presa em flagrante pelo crime de estelionato após ter feito cerca de 40 vítimas e provocar um prejuízo financeiro na casa de R$ 100 mil. 

Segundo a Polícia Civil de Pernambuco, a atuação da mulher era com a venda de títulos de sócios de um parque aquático e com seguros de automóveis. 

No caso do parque, a estelionatária se passava por funcionária, usava crachá, farda da empresa e recebia valores referentes à carteira de acesso das pessoas. 
 

Com relação aos seguros veiculares, a mulher atuava da mesma forma. Quando o cliente precisava acionar o seguro, se dava conta de que não estava acobertado. 

Segundo o delegado Vicktor Melo, titular da delegacia da Macaxeira, a mulher tinha uma lista com relações dos clientes, com endereços e telefones e assim ela mantinha contato com as vítimas. "Ela foi autuada em flagrante e foi encaminhada para audiência de custódia", disse. 

Veja também

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife
Música

Por conta de crise alérgica, show de Ney Matogrosso é remarcado no Recife

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake