SAÚDE MENTAL

Mulher entra em surto após demissão, se joga em piscina e é levada a hospital psiquiátrico

Jovem trabalhava como promotora comercial na mesma instituição de ensino em que cursa fisioterapia

Mulher está internada em hospital psiquiátrico e até agora nenhum parente foi identificadoMulher está internada em hospital psiquiátrico e até agora nenhum parente foi identificado - Foto: Reprodução

Depois de oficializar sua demissão como promotora comercial, uma mulher de 20 anos entrou em um surto psiquiátrico e se jogou na piscina de um dos prédios do Centro Universitário Brasileiro (Unibra), no bairro da Boa Vista, onde trabalhava e está na metade do curso de fisioterapia.

Ela foi levada ao Hospital Psiquiátrico Ulysses Pernambucano, no bairro da Tamarineira. A identidade dela, que é natural de Sirinhaém, será preservada ao longo da matéria, por conta do seu quadro de saúde. Ela permanece internada e nenhum familiar foi localizado até o momento.

De acordo com apuração da reportagem da Folha de Pernambuco, ela participou de uma festa promovida pela instituição neste domingo (2), no auditório do Centro de Treinamento do Retrô.
 
No evento, ela havia ingerido bebida alcoólica em excesso e desenvolvido um comportamento violento. Por conta disso, foi desligada da instituição de ensino nesta segunda (3). 

“Ela era promotora do setor comercial, bebeu demais ontem na festa lá no auditório do Retrô, em Aldeia, e hoje foi desligada. Ela surtou e bateu num inspetor lá. Arrumou a maior confusão e hoje mandaram ela vir assinar a demissão”, disse uma fonte ouvida pela reportagem e que pediu para não ser identificada.

O comportamento agressivo continuou no momento de assinar seu distrato.

“Quando ela chegou no RH começou a quebrar tudo. Quebrou tudo no 11° e no 12° andar. Ficou lá querendo bater nas meninas do RH que tentaram controlar ela. Depois ela jogou pedras para quebrar aquela parte da piscina, e empurrou quando não conseguiu”, complementou.

Em vídeos, a mulher aparece gritando dentro da piscina da Unibra, de onde foi retirada por seguranças da instituição.

Bombeiros
O Corpo de Bombeiros foi acionado e fez o resgate da mulher. Ela precisou ser ter o corpo imobilizado e até o momento está internada na unidade de saúde da Tamarineira.

“Nós fomos acionados por volta das 13h30 de hoje , porque, a princípio, a aluna teve um surto e estava agressiva. Como não conseguimos contato com os familiares, e para evitar um incidente mais grave, a aluna foi conduzida para o Ulysses Pernambucano”, disse a corporação em nota.

Nas redes sociais
Registros da festa realizada neste domingo e frases motivacionais foram as últimas postagens feita pela jovem, que permanece internada.

O que diz a Unibra
Através de um comunicado oficial, a instituição de ensino detalhou o acontecimento e reforçou a necessidade de atenção à saúde mental, sobretudo nos dias atuais.

“Trata-se de uma aluna que teve um surto psicótico e foi atendida pela equipe de saúde enquanto o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) se dirigia para a instituição. A aluna falava de temas desconectados, não tendo conexão com a instituição. Aproveitamos a oportunidade e registramos que a saúde mental é um tema importante nos dias atuais, e por essa razão a Unibra tem realizado uma série de debates nos eventos internos da área de saúde e pede respeito e cuidado com a imagem da aluna, encaminhada para o hospital e tendo toda a assistência de bombeiros e demais profissionais de saúde”, disse a universidade.
 

Veja também

Rivais do premiê votam na penúltima etapa das eleições indianas
índia

Rivais do premiê votam na penúltima etapa das eleições indianas

Justiça da Colômbia acusa ex-presidente Uribe de suborno e fraude
america latina

Justiça da Colômbia acusa ex-presidente Uribe de suborno e fraude

Newsletter