RECIFE

Mulher morta em acidente pretendia entregar carro alugado para começar emprego de CLT

Carro vermelho era do modelo Ka

Remoção dos destroços do acidente que aconteceu nesta madrugada na Madalena, no Cruzamento da Av. José Osório com a Rua Visconde de AlbuquerqueRemoção dos destroços do acidente que aconteceu nesta madrugada na Madalena, no Cruzamento da Av. José Osório com a Rua Visconde de Albuquerque - Foto: Júnior Soares / Folha de Pernambuco

Morta em um acidente de trânsito, nesta segunda-feira (4), a jovem Emilly Matias, de 25 anos, estava prestes a entregar o veículo que colidiu com um caminhão, no cruzamento da Rua José Osório com a Avenida Visconde de Albuquerque, no bairro da Madalena, Zona Oeste do Recife, pois o carro era alugado.

O veículo foi fortemente jogado contra uma árvore próxima de uma farmácia e chegou, inclusive, a derrubar um poste que segurava um dos semáforos da via.

A mulher iria começar a carreira de professora de radiologia, curso pelo qual era capacitada. Ela trabalhava como motorista de aplicativo por cerca de um ano.

Emilly era moradora do bairro de Caetés I, em Abreu e Lima, Região Metropolitana do Recife. A mãe dela, Elane Matias, 44, quando soube da notícia, por volta das 8h, passou mal com picos de pressão e foi socorrida para a UPA de Cruz de Rebouças.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

A post shared by Folha de Pernambuco (@folhape)

 



A irmã de Emilly, Eliane Matias, foi ao Instituto de Medicina Legal (IML), abalada pelo falecimento da ente. Inconsolável, o pai da motorista, Paulo Carlos, chegou ao IML por volta das 11h10. Ele completa ano no próximo dia 15. O homem preferiu não falar com a imprensa.

Uma amiga da família, que não quis ser identificada, afirmou que a condutora do Ford Ka vermelho não havia ingerido bebida alcoólica e ressaltou a responsabilidade que ela tinha com o trabalho.

Segundo a assessoria de imprensa do Hospital da Restauração (HR), o condutor do caminhão foi socorrido para a unidade hospitalar com uma lesão em um dos braços. Ele está internado e o estado de saúde do paciente é estável.

O passageiro, de 49 anos, que também veio a óbito após o acidente, ainda não foi identificado. Ele não possuía qualquer relação com a família de Emilly Matias, segundo a irmã da condutora. A Polícia Civil investiga as causas do acidente.

 

Veja também

Fundação buscará com IA crianças adotadas irregularmente durante a ditadura no Chile
Crianças adotadas

Fundação buscará com IA crianças adotadas irregularmente durante a ditadura no Chile

Cão de Jennifer Garner é 'promovido a terapeuta' em hospital infantil
Folha Pet

Cão de Jennifer Garner é 'promovido a terapeuta' em hospital infantil