Mulheres são presas suspeitas de usar idosa para contrair aposentadorias em Limoeiro

Segundo a PF, há a suspeita de que o caso esteja ligado à atuação de quadrilhas que agem para conseguir aposentadorias de forma fraudulenta

Com as detidas também foram apreendidos celulares e cartões de créditoCom as detidas também foram apreendidos celulares e cartões de crédito - Foto: Reprodução/PF

Uma idosa foi presa por utilização de documentos falsos na Receita Federal de Limoeiro, no agreste pernambucano. De acordo com a Polícia Federal (PF), a idosa tentou regularizar um CPF suspenso com documentos emitidos no Rio Grande do Norte. Ao ser analisado, foi constatado que o documento era falso, a partir daí, a Polícia Civil foi acionada e deteve a idosa e mais duas mulheres que a acompanhavam.

Ao serem abordados e entrevistados, os suspeitos foram encaminhados à sede da Polícia Federal em Pernambuco. Além da Carteira de Identidade falsificada também foram apreendidos três aparelhos celulares, carteiras de trabalho, cartões de bancos, além de outros documentos com sinais de falsificação.

Leia também:
Idosa é presa tentando regularizar CPF com documento falso em Caruaru
Homem é preso após tentar estrangular vizinha idosa e fingir sequestro

Segundo a PF, há a suspeita de que o caso esteja ligado à atuação de quadrilhas que agem para conseguir aposentadorias de forma fraudulenta. O chefe de comunicação da PF em Pernambuco, Giovani Santoro, afirma que “nesses casos os idosos costumam ser aliciados e entregam o dinheiro para a quadrilha, que fica recebendo mensalmente parte dessa quantia”.

Veja também

Lei regulamenta armazenamento de agrotóxicos em Pernambuco
Agrotóxicos

Lei regulamenta armazenamento de agrotóxicos em Pernambuco

Lei proíbe formação em Saúde exclusivamente por EAD em Pernambuco
Ensino

Lei proíbe formação em Saúde exclusivamente por EAD em PE