SER Clarice Lispector

Mulheres vítimas da violência ganham novo local de acolhimento no Recife, no bairro do Ipsep

SER Clarice LispectorSER Clarice Lispector - Foto: Melissa Fernandes/Folha de Pernambuco

A Prefeitura do Recife inaugurou um novo local de acolhimento para mulheres vítimas de violência, nesta terça-feira (8), Dia Internacional da Mulher.

O Serviço Especializado e Regionalizado - SER Clarice Lispector se localiza na Avenida Recife, no bairro do Ipsep, na Zona Sul da cidade, e servirá como local de acolhimento e orientação.

Também como uma forma de combater as violências contra às mulheres, duas novas viaturas e uma nova unidade da Brigada Maria da Penha foram entregues à população pela Secretaria da Mulher. O ampliamento da Brigada visa a aumentar o número de atendimentos.

“A gente entrega duas viaturas para a Patrulha Maria da Penha da Guarda Municipal e com isso conseguimos duplicar a capacidade da patrulha. Era um sonho antigo podermos aumentar a atuação da Guarda, aumentando a infraestrutura e a capacidade de acolhimento", disse o prefeito da cidade do Recife, João Campos.

Além das viaturas, a inauguração do novo espaço SER Clarice Lispector é o primeiro passo para a implantação de centros especializados e regionalizados de acolhimento em territórios específicos do município. “Agora começamos uma rota de expansão, colocando nas regiões da cidade, sobretudo naquelas que apresentam maiores índices de violência, um centro para fazer o acolhimento das mulheres em situação de violência”, afirmou o prefeito.

O local conta com o serviço de psicólogas, advogadas e assistentes e educadoras sociais das 7h às 19h durante todos os dias da semana. Os profissionais foram treinados pela Secretaria da Mulher e serão responsáveis pelo acolhimento e encaminhamento de todas aquelas que procurarem o centro, atuando como parte de uma cadeia de proteção.

“O espaço em que as mulheres deveriam se sentir mais seguras é dentro de casa, mas infelizmente somos acometidas por violências de todos os tipos: física, sexual, psicológica e emocional. Saber que contamos com esse espaço para que a mulher primeiro se sinta cuidada e a partir daí, decida o que deseja fazer é importantíssimo para nossa cidade e nossas mulheres”, explicou a vice-prefeita do Recife, Isabella de Roldão.

O papel do Estado e da Prefeitura é o de garantir toda a proteção necessária, é dizer à mulher: ‘tenha força e coragem e conte com a gente, porque a partir do momento que você procurar o centro, você vai ter uma equipe ao seu lado’”, acrescentou João Campos.  

O centro busca descentralizar o atendimento à mulheres em situação de risco e levar o acolhimento para mais perto, por isso o SER Clarice Lispector foi montado no RPA 6, que apresenta altos índices de violência, explicou a gerente de prevenção e enfrentamento da violência contra à mulher da Secretaria da Mulher, Avani Santana. 

“As mulheres vão ser acolhidas e todas as suas demandas serão atendidas. Mulheres maiores de 18 anos da cidade podem nos procurar que aqui elas terão o acolhimento, o encaminhamento e a representação jurídica necessária em casos de violências domésticas ou sexistas”, disse Avani. 

Veja também

EUA anuncia medida para proteger informações médicas de pessoas que fizeram abortos
Saúde

EUA anuncia medida para proteger informações médicas de pessoas que fizeram abortos

Presidente da Turquia visita Iraque com água, petróleo e segurança na agenda
Mundo

Presidente da Turquia visita Iraque com água, petróleo e segurança na agenda

Newsletter