Adolescente detida com suspeitos de preparar atentados na França

"Os quatro suspeitos foram detidos depois de comprar propanona", um líquido que pode ser usado para fabricar artefatos explosivos

Torre Eiffel, em ParisTorre Eiffel, em Paris - Foto: Fracois Guillot/AFP

A França prendeu nesta sexta-feira (9) quatro pessoas, inclusive uma adolescente de 16 anos, suspeitos de preparar um atentado em Montpellier, sul do país, indicou uma fonte policial.

"Os quatro suspeitos foram detidos depois de comprar propanona", um líquido que pode ser usado para fabricar artefatos explosivos, explicou a fonte.

"A vontade de agir e de fabricar artefatos explosivos parece ter se materializado", ainda segundo a fonte, que falou de "um projeto de atentado desbaratado".

Entre os detidos, uma adolescente de 16 anos foi localizada nas redes sociais depois de expressar sua vontade de viajar para a Síria ou o Iraque e depois cometer um ataque na França.

Durante as revistas, a polícia encontrou TATP - um explosivo artesanal potente, mas muito instável, e muito apreciado pelos radicais -, propanona, água oxigenada, seringas e luvas de proteção.

A França, que se encontra em estado de emergência desde os atentados de 2015 e 2016, continua enfrentando uma ameaça terrorista muito elevada, segundo as autoridades.

Em 3 de fevereiro, um egípcio de 29 atacou, com um facão em cada mão, os militares da galeria do Carrossel do Museu do Louvre, em Paris, aos gritos de "Allahu Akbar" (Alá é grande em árabe).

Veja também

Ricos saem ilesos, até mais fortes, da pandemia, aponta ONG
DESIGUALDADE

Ricos saem ilesos, até mais fortes, da pandemia, aponta ONG

Presidente mexicano López Obrador anuncia que testou positivo para Covid-19
CORONAVÍRUS

Presidente mexicano López Obrador anuncia que testou positivo para Covid-19