Mundo

Adolescente detida na França jurou lealdade ao EI

A polícia encontrou TATP - um explosivo artesanal potente, mas muito instável, e muito apreciado pelos radicais

A adolescente de 16 anos detida nesta sexta-feira (10) no sul da França com outras três pessoas suspeitas de preparar um atentado terrorista havia jurado lealdade ao grupo Estado Islâmico em um vídeo, informaram fontes próximas à investigação.

A jovem publicou o vídeo em 8 de fevereiro nas redes sociais, segundo as fontes.

Mais cedo, o ministro do Interior francês, Bruno Le Roux, afirmou que "a detenção dos quatros indivíduos "permitiu desbaratar um projeto de atentado iminente em território francês".

"A vontade de agir e de confeccionar vários artefatos explosivos parece ter sido materializada", disse uma fonte policial.

"Os quatro suspeitos, de 16, 20, 26 e 33 anos, foram detidos depois de comprar propanona", um líquido que pode ser usado para fabricar artefatos explosivos, explicou a fonte.

Durante as operações de busca, a polícia encontrou TATP - um explosivo artesanal potente, mas muito instável, e muito apreciado pelos radicais -, propanona, água oxigenada, seringas e luvas de proteção.

As mulheres jovens, que com frequência eram ignoradas pelo serviço de inteligência, agora são consideradas potencialmente tão perigosas como os homens, sobretudo desde a detenção em setembro de 2016 de um comando feminino na região de Paris.

Veja também

Argentina: As estratégias para driblar uma inflação que pode chegar a 90% ao ano
Peso argentino

Argentina: As estratégias para driblar uma inflação que pode chegar a 90% ao ano

Poliomielite: quais são os sintomas da doença
Saúde

Poliomielite: quais são os sintomas da doença