Mundo

Alemanha quer reorganizar seus serviços de segurança

Ministro conservador insiste na necessidade de reforçar os poderes do Estado Federal em termos de inteligência interna

Sede do Ministério Público do TrabalhoSede do Ministério Público do Trabalho - Foto: Divulgação

O ministro do Interior alemão, Thomas de Maizière, revelou nesta terça-feira (3) as grandes linhas de uma reforma dos serviços de segurança para corrigir as falhas expostas com o atentado contra a feira natalina em 19 de dezembro em Berlim.

Em um artigo publicado no jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung, o ministro conservador insiste na necessidade de reforçar os poderes do Estado Federal em termos de inteligência interna e acelerar o envio reenvio de migrantes que tiveram rejeitado um pedido de asilo.

Também propõe reforçar a ação até agora limitada da polícia federal e criar um centro de crise encarregado de coordenar os diferentes serviços envolvidos nos temas migração e antiterrorismo.

Na Alemanha, dese o fim do Terceiro Reich, as competências em termos de polícia ou vigilância são compartilhadas pelos 16 Estados regionais e o Estado federal.

Veja também

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA
Petróleo

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Newsletter