Mundo

Antagonista de Bolsonaro, prefeito de NY anuncia candidatura à Presidência dos EUA

Blasio é o 23º nome do Partido Democrata que anuncia a intenção de disputar a eleição pelo partido; Candidato entrou em atrito com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, nas últimas semanas

Bill de Blasio, prefeito de Nova YorkBill de Blasio, prefeito de Nova York - Foto: Andrew Burton/AFP

O prefeito de Nova York, Bill de Blasio, anunciou nesta quinta-feira (16), sua candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020. Blasio é o 23º nome do Partido Democrata que anuncia a intenção de disputar a eleição pelo partido.

"É preciso parar Donald Trump. Sou Bill de Blasio e me candidato a presidente porque é hora de colocar os trabalhadores primeiro", disse o prefeito, de 58 anos, em um vídeo que foi publicado em redes sociais para anunciar a candidatura.

Blasio entrou em atrito com o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, nas últimas semanas. Ele liderou a pressão de políticos e ativistas que levaram Bolsonaro a cancelar uma visita a cidade, para receber uma homenagem. O prefeito chamou o líder brasileiro de "homem perigoso" e agradeceu ao Museu de História Natural por se recusar a sediar um jantar que homenagearia Bolsonaro.

Leia também:
Bolsonaro diz que poderia levar 'ovada' em Nova York
Bolsonaro se encontra com Bush e recebe homenagem no Texas
'Bolsonaro está no Texas, a pátria que ele escolheu servir' diz Fernando Haddad


O presidente acabou desistindo de ir a Nova York. A entrega da homenagem foi transferida para Dallas.

Após desistir da viagem, Bolsonaro chamou Blasio de radical. "Eu não poderia comparecer a uma cidade onde o chefe do Executivo se comportava como um radical, promovendo e se preparando para fazer manifestações, as piores possíveis, contra a minha presença", disse o presidente brasileiro.

Blasio retrucou: "Se você quiser invadir nossa cidade e se vangloriar por destruir nosso meio ambiente ou de como você é um 'homofóbico com orgulho', os nova-iorquinos vão te confrontar. Se ser 'radical' é se levantar contra sua ideologia destrutiva, então somos radicais com orgulho", respondeu.

Veja também

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA
Petróleo

Petróleo continua caindo apesar de retomada da demanda nos EUA

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Newsletter