Após acordo com MP no Peru, Odebrecht colaborará com a Justiça

Empresa "se compromete a entregar ao Ministério Público informação e documentação relevante"

Juntas foram autoras da nova Lei que dará a categoria dos artistas mais informações sobre os seus respectivos pagamentosJuntas foram autoras da nova Lei que dará a categoria dos artistas mais informações sobre os seus respectivos pagamentos - Foto: Divulgação

A Justiça do Peru anunciou nesta quinta-feira (5) ter chegado a um acordo preliminar com a Odebrecht, que admitiu ter pago subornos em vários países para vencer licitações de obras públicas, e se comprometeu a administrar informação e devolver 8,8 milhões de dólares como parte dos lucros ilícitos obtidos no país.

"Após várias semanas de intensa negociação, o Ministério Público subscreveu um convênio preliminar com a empresa Odebrecht para agilizar a obtenção de informação das investigações", diz o comunicado do MP peruano.

Pelo convênio, a empresa "se compromete a entregar ao Ministério Público informação e documentação relevante que lhe seja requerida, além disso, a empresa abonará nos próximos dias a quantia de 30 milhões de soles (cerca de 8,8 milhões de dólares), como adiantamento da desvalorização dos ganhos ilícitos que obteve na construção de obras públicas", detalha a nota.

A Odebrecht Peru confirmou em comunicado o acordo preliminar e reiterou seu compromisso de cooperar com as investigações do país.

Hamilton Castro, chefe da equipe de investigação dos subornos da Odebrecht, adiantou que o dinheiro obtido de forma ilícita será depositado nas contas do Estado peruano.

Veja também

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip
Realeza

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia
Ásia

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia