Após ataque, Ariana Grande planeja show beneficente em Manchester

"A música foi feita para nos curar, nos unir e nos fazer felizes. E é isso o que ela continuará fazendo por nós", afirmou

Ariana GrandeAriana Grande - Foto: reprodução/Instagram

Cinco dias após um homem-bomba promover um atentado contra o show de Ariana Grande em Manchester, a cantora americana anunciou nesta sexta-feira (26) que planeja se apresentar novamente na cidade, desta vez em um concerto beneficente para arrecadar fundos para as vítimas do ataque.

"Ao longo da última semana, eu tenho pensado sem parar em meus fãs e em todos vocês. A forma como vocês lidaram com tudo isso foi mais inspiradora e me deixou mais orgulhosa do que vocês podem imaginar", declarou a artista em comunicado.

"A música foi feita para nos curar, nos unir e nos fazer felizes. E é isso o que ela continuará fazendo por nós", afirmou. "Nós não deixaremos o ódio vencer."

Após a explosão que matou 22 pessoas e feriu dezenas na saída do concerto na Manchester Arena na segunda-fiera (22), Ariana Grande suspendeu sua turnê mundial.

O governo britânico elevou o nível de alerta para "crítico", indicando que um novo ataque é iminente, e reforçou a segurança mobilizando quase 1.000 soldados pelo país. A campanha das eleições legislativas de 8 de junho foi temporariamente suspensa, tendo sido retomada nesta sexta.

A polícia investiga a ação de uma rede terrorista no país e, até agora, prendeu oito suspeitos. Há indícios de que o atentado tenha conexão com extremistas na Líbia, onde vive a família do homem-bomba responsável pelo ataque.

Veja também

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas
Terrorismo

Maior ataque suicida em Bagdá em três anos mata ao menos 32 pessoas

Biden assume comando da luta contra Covid-19 e decreta quarentena para viajantes
EUA

Biden assume comando da luta contra Covid-19 e decreta quarentena para viajantes