Após conversa sobre Coreia do Norte com Trump, China pede moderação

China ''pede moderação a ambas as partes relevantes que possam causar tensões na península coreana"

Presidente chinês, Xi JinpingPresidente chinês, Xi Jinping - Foto: Divulgação

O presidente chinês Xi Jinping pediu "moderação" depois de ter uma conversa telefônica com Donald Trump, dias antes da chegada do porta-aviões americano em águas da península coreana.

China ''pede moderação a ambas as partes relevantes que possam causar tensões na península coreana", disse Xi, segundo a TV estatal chinesa CCTV.

A conversa entre os presidentes coincidiu com um período de alta tensão entre a Coreia do Norte e os EUA. Há alguns dias, Trump prometeu se ocupar do "problema" do programa nuclear norte-coreano e anunciou que o porta-aviões americano Carl Vinson estava indo para a península coreana.

A Coreia do Norte, por sua vez, ameaçou a responder a qualquer ataque americano. Nesta terça (25), o país comemora o 85º aniversário de criação do Exército do Povo Coreano -é costume celebrar a data com testes de armas.

"A única maneira de resolver a questão norte-coreana o mais rápido possível e dar um fim ao programa nuclear na península é cada parte assumir sua responsabilidade", disse Xi a Trump.

Essa foi a segunda conversa telefônica entre os líderes desde o começo de abril quando se encontraram na Florida.

Neste sábado (22), a Coreia prendeu o americano Tony Kim, subindo para três o número de cidadãos do país detidos pelos coreanos.

Veja também

Washington reforça segurança por risco de violência antes da posse de Biden
Mundo

Washington reforça segurança por risco de violência antes da posse de Biden

Turba que tomou Capitólio pretendia 'capturar e assassinar' legisladores
EUA

Turba pretendia 'capturar e assassinar' legisladores