Apuração mostra vitória de Evo Morales na Bolívia em 1º turno

Foram quase cinco dias de contagem até definir que Evo conseguiu seu quarto mandato consecutivo

Evo MoralesEvo Morales - Foto: AFP

Em uma apuração cheia de desconfiança e com várias idas e vindas, o resultado oficial aponta, nesta quinta-feira (24), para a vitória de Evo Morales na disputa para a presidência da Bolívia.

Foram quase cinco dias de contagem até definir que Evo conseguiu seu quarto mandato consecutivo. No meio da noite desta quinta, com 99,97% das urnas apuradas, o presidente tinha 47,07% dos votos, contra 36,51% de Carlos Mesa.

Essa margem de dez pontos percentuais é suficiente para a reeleição de Evo. E, mesmo com os votos restantes para apurar, não seria mais possível a mudança.

Leia também:
Evo diz que direita tenta dar golpe de Estado na Bolívia
'Seria bom uma revisão da apuração', diz Bolsonaro sobre eleição na Bolívia

A indefinição em relação à apuração trouxe problemas para a Bolívia, culminando com a convocação de uma greve geral e protestos na terça-feira (22).

A OEA (Organização dos Estados Americanos) foi convocada para uma auditoria e considerou que a realização de um segundo turno seria a melhor opção para os bolivianos.

Isso, porém, foi refutado pelo governo boliviano. Evo Morales ainda chamou a oposição para fazer parte da auditoria da apuração e exigiu provas de que houve fraude durante o pleito.

O governo brasileiro, os Estados Unidos e a União Europeia também defenderam a realização de um segundo turno para "assegurar transparência às eleições".

Entenda o vaivém das eleições

- Domingo
89% das urnas foram apuradas pela contagem de votos um a um e pelo registro das atas. A apuração feita pelas atas foi interrompida às 22h40, mas o de cédulas individuais continuou. O resultado indicava 2º turno.

- Segunda
Pela manhã, a contagem por votos um a um mostrava um resultado diferente da apuração por atas, o que daria a vitória a Evo. À noite, com 95% das urnas apuradas pelo método um a um, Evo foi anunciado vencedor no 1º turno, com 46,86% dos votos contra 36,73% de Carlos Mesa.

- Terça
A contagem por atas, paralisada na noite de domingo, foi retomada. Com 95% das urnas apuradas, mostrava Evo vencedor por estreita margem.

- Quarta
Voltou a ser considerada a contagem manual. Com 97,40% das urnas apuradas, Evo tinha 46,67% dos votos, contra 36,86% de Mesa -uma diferença de 9,81 pontos percentuais. Esse resultado indica 2º turno.

- Quinta
Às 15h17, com 99,16% das urnas apuradas, Evo tinha 46,96% dos votos, contra 36,59% de Mesa. Esse resultado daria a vitória a Evo em primeiro turno. Horas depois, o resultado oficial confirmou a vitória -47,07% dos votos, contra 36,51%

Veja também

Mustapha Adib, terceiro primeiro-ministro a jogar a toalha em um Líbano em crise
Líbano

Mustapha Adib, terceiro primeiro-ministro a jogar a toalha em um Líbano em crise

Paris prepara sua primeira estátua de uma heroína negra contra a escravidão
França

Paris prepara sua primeira estátua de uma heroína negra contra a escravidão