Ataque aéreo durante funeral mata 45 pessoas no Iêmen

Ao menos outras cem pessoas ficaram feridas na ação deste sábado, atribuída à coalizão árabe que apoia as forças governamentais

Rincon SapiênciaRincon Sapiência - Foto: Internet / Reprodução

A segurança iemenita e médicos oficiais informaram que ao menos 45 pessoas foram mortas em um ataque aéreo durante um funeral na capital Sanaa. Ao menos outras cem pessoas ficaram feridas na ação deste sábado (8), atribuída à coalizão árabe que apoia as forças governamentais, segundo os rebeldes houthis.

Os rebeldes se apoderaram de Sanaa e controlam também outras regiões do país. O governo tenta recuperar o terreno com apoio da coalização liderada pela vizinha Arábia Saudita.

Os aviões da coalizão atacaram um edifício na capital, controlado por rebeldes, onde um grupo de pessoas tinha se reunido para prestar condolências ao pai do ministro do Interior rebelde, Jalal Al Ruishen, informou o site sabanews.net.

O local atingido pelo bombardeio fica próximo a uma grande praça pública no sul da capital. Um enorme incêndio tomou o edifício e o derrubou, afirmou uma fonte de segurança citada pela página dos rebeldes.

As equipes de resgate retiravam corpos carbonizados e tentavam acessar outros que estavam presos nos escombros, informou a AFP.

Os hospitais da região lançaram um chamado para que a população faça doações de sangue.

Veja também

Chile supera meio milhão de casos de Covid-19 na véspera do plebiscito constitucional
América Latina

Chile supera meio milhão de casos de Covid-19 na véspera do plebiscito constitucional

Papa nomeia italiano novo patriarca latino de Jerusalém
Vaticano

Papa nomeia italiano novo patriarca latino de Jerusalém