Ataque por engano a campo de refugiados deixa 100 mortos na Nigéria

Incidente deixou mortos ou feridos representantes de organizações humanitárias, refugiados e nigerianos

Ataque deixou mortos na NigériaAtaque deixou mortos na Nigéria - Foto: Handout/Médecins Sans Frontières/AFP

Um avião de combate da Força Aérea da Nigéria, em missão contra o grupo extremista Boko Haram, bombardeou por engano um acampamento de refugiados nesta terça-feira (17), provocando a morte de mais de 100 pessoas. As informações são da Agência Ansa.

Segundo o comandante militar Lucky Irabor, durante o incidente morreram ou ficaram feridos refugiados, representantes de organizações humanitárias e alguns nigerianos, que trabalhavam para a organização humanitária Médicos sem Fronteiras e para o comitê internacional da Cruz Vermelha. O número oficial de mortos e feridos ainda não foi divulgado.

O bombardeio aconteceu na cidade de Rann, no nordeste da Nigéria, próximo a fronteira com Camarões. De acordo com Irabor, a missão foi ordenada com base em coordenadas geográficas para combater o grupo terrorista Boko Haram.

Veja também

WhatsApp adia alteração de normas de serviço após fuga de usuários
Privacidade

WhatsApp adia alteração de normas de serviço após fuga de usuários

Mundo tem mais de 2 milhões de mortos por Covid-19
Pandemia

Mundo tem mais de 2 milhões de mortos por Covid-19