Ataque suicida deixa oito mortos ao sul de Bagdá

Atentado um oásis ao sudoeste de Bagdá, uma região que geralmente fica à margem deste tipo de violência

Cloves Benevides,secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) do EstadoCloves Benevides,secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) do Estado - Foto: Marcelo Vidal/Divulgação

Oito pessoas morreram nesta segunda-feira em um atentado suicida executado por homens-bomba em um oásis ao sudoeste de Bagdá, uma região que geralmente fica à margem deste tipo de violência, anunciaram as autoridades.

O ataque em Ain al-Tamer foi executado por seis pessoas e deixou seis feridos, de acordo com as mesmas fontes.

Os homens-bomba tentaram entrar no oásis, mas foram obrigados a recuar ante a reação das forças de segurança e seguiram para uma área próxima, onde detonaram os explosivos, afirmou Masum al-Tamimi, membro do Conselho da Província de Kerbala.

Cinco homens-bomba foram mortos pelas forças de segurança e apenas um conseguiu detonar os explosivos em uma casa, informou o ministério iraquiano do Interior.

O ataque não foi reivindicado até o momento, mas o método recorda os atentados do grupo extremista Estado Islâmico (EI).

O oásis de Ain al-Tamer ficar próximo da província de Al-Anbar, oeste do país, que foi durante muito tempo um reduto do EI.

Em agosto, o EI executou na cidade um atentado que deixou 18 mortos e 26 feridos.

Veja também

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal
Coronavírus

Em dia de novo recorde de casos, máscara obrigatória passa a valer em Portugal

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer a partir segunda-feira
Coronavírus

Alemanha fecha restaurantes, setor cultural e de lazer