Atentado contra banco perto da embaixada dos EUA deixa 6 mortos em Cabul

As vítimas foram levadas em várias ambulâncias para o Hospital Wazir Akbar Khan, disse o porta-voz do Ministério de Saúde Pública afegão

Cabul, no AfeganistãoCabul, no Afeganistão - Foto: Reprodução/ Google Maps

Pelo menos seis pessoas morreram e três ficaram feridas nesta terça-feira (29) em um atentado suicida na capital do Afeganistão, nas proximidades de uma filial do Banco de Cabul e a cerca de 300 metros da embaixada dos Estados Unidos (EUA) e da Suprema Corte.

O atentado suicida ocorreu por volta das 10h (horário local, 2h30 de Brasília) perto de um banco, em área predominantemente residencial no centro de Cabul, disse à Agência EFE o porta-voz do Ministério do Interior afegão, Najib Danish.

Leia também:
Chile: 29 caminhões são incendiados; governo fala em 'atentado'
Estado Islâmico assume autoria de ataque a policiais russos no Daguestão

O porta-voz da Polícia de Cabul, Basir Mujahid, confirmou que "um homem-bomba detonou os explosivos que levava perto de uma das portas (de uma filial) do Banco de Cabul". Segundo ele, de acordo com a última recontagem de vítimas, cinco pessoas morreram, além do homem-bomba, e nove ficaram feridas.

"O corpo do suicida está completamente destruído", afirmou Mujahid, acrescentando que não conseguiram ainda identificar as vítimas. Ele acredita, no entanto, que há civis e membros das forças de segurança "que iam retirar seus salários".

As vítimas foram levadas em várias ambulâncias para o Hospital Wazir Akbar Khan, disse o porta-voz do Ministério de Saúde Pública afegão, Ismail Kawsi, revelando que entre os feridos há quatro mulheres.

Os talibãs reivindicaram o atentado em mensagem no Twitter de um de seus porta-vozes, Zabihullah Mujahid. Ele assegurou que no ataque "contra a seção militar do Banco de Cabul morreram e ficaram feridos vários policiais".

O Banco de Cabul tem sido alvo habitual de ataques nos últimos meses, como em junho, quando um atentado suicida com carro-bomba na província de Helmand deixou 34 mortos e 58 feridos.

Na última sexta-feira (25), um ataque suicida a uma mesquita da minoria xiita na capital afegã deixou 28 mortos e mais de 50 feridos, em uma ação reivindicada pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Esse ataque foi o primeiro grande movimento no Afeganistão, depois que o presidente americano, Donald Trump, anunciou, no início da semana passada, nova estratégia para o país, que inclui o envio de um número indeterminado de tropas.

Veja também

Policiais do Capitólio prendem homem que tentou passar por barreira
Capitólio

Policiais do Capitólio prendem homem que tentou passar por barreira

EUA realiza última execução do mandato de Trump
EUA

EUA realiza última execução do mandato de Trump