Atentado do EI mata dezenas de peregrinos iranianos xiitas no Iraque

Grupo fazia uma pausa em um restaurante e um posto de gasolina durante a volta ao seu país após uma cerimônia religiosa

Miguel Arraes Miguel Arraes  - Foto: Divulgação

Um ataque com caminhão-bomba deixou mais de 80 mortos nesta quinta-feira (24) na cidade de Hilla, a 100 km ao sul de Bagdá, capital do Iraque. A maioria das vítimas era composta de peregrinos iranianos xiitas, que faziam uma pausa em um restaurante e um posto de gasolina durante a volta ao seu país após uma cerimônia religiosa na cidade de Karbala.

O Estado Islâmico (EI) reivindicou a autoria do ataque. Essa organização terrorista, que segue o ramo sunita do islã, considera que todos os xiitas são apóstatas. Alvo de uma ofensiva militar apoiada pelos Estados Unidos para ser expulso da cidade de Mossul, o EI tem intensificado seus ataques no Iraque.

Veja também

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro
Covid-19

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro

Alasca tem alerta de tsunami após forte terremoto
Magnitude de 7,5

Alasca tem alerta de tsunami após forte terremoto