Atentado reivindicado pelo EI no sudoeste do Paquistão mata 45

Explosão no santuário de Shah Noorani ocorreu enquanto centenas de pessoas estavam dentro

Meio ambienteMeio ambiente - Foto: CPRH / divulgação

O Estado islâmico assumiu a responsabilidade no sábado por um ataque a um santuário no sudoeste do Paquistão que matou pelo menos 45 pessoas.

A explosão no santuário de Shah Noorani ocorreu enquanto centenas de pessoas estavam dentro, disse o comissário do distrito local, Hashim Ghalzai, à Reuters.
Autoridades paquistanesas afirmaram que 43 pessoas foram mortas; Ghalzai disse que mais de 100 ficaram feridas.

"Todos os dias, ao redor do pôr do sol, há um dhamaal [dança ritual] aqui, e há um grande número de pessoas que vêm para isso", disse Nawaz Ali, o guardião do santuário.

O santuário está localizado na província do Baluchistão, cerca de 100 quilômetros ao norte da cidade portuária de Karachi.

Veja também

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada
França

Três mortos e vários feridos em ataque com faca na França; uma das vítimas foi degolada

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam
EUA

Após morte de George Floyd, capas de revistas com negros disparam