Atentado suicida deixa oito mortos em Damasco

Segundo a ONG, há quatro militares entre as vítimas, incluindo um coronel

Deputado Álvaro Porto esteve em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas Deputado Álvaro Porto esteve em cerimônia no Palácio do Campo das Princesas  - Foto: Divulgação

Pelo menos oito pessoas morreram, nesta quinta-feira (12), em um atentado suicida no bairro de Kafr Sousa, no sudoeste de Damasco - relatou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Segundo a ONG, há quatro militares entre as vítimas, incluindo um coronel.

A rede de televisão pública síria confirmou "o ataque terrorista" e divulgou um balanço provisório de sete mortos".

De acordo com agência de notícias oficial Sana, pelo menos sete pessoas morreram quando um "terrorista suicida" detonou o cinturão de explosivos em um clube.

Outro setor do bairro de Kafr Sousa é uma zona restrita, já que abriga ministérios e órgãos de Inteligência, além de unidades de segurança.

Nem o OSDH nem a emissora mencionaram o alvo do agressor.

Em 16 de dezembro passado, no último atentado cometido na capital, uma menina de sete anos detonou o cinturão de explosivos que usava ao entrar em uma delegacia de polícia. Três agentes ficaram feridos.

Em 2011, dois ataques com explosivos em Kafr Sousa mataram 40 pessoas e deixaram 150 feridas, de acordo com números divulgados na época pelo governo sírio.

Os atentados são raros em Damasco, reduto do governo de Bashar al-Assad, o qual enfrenta os rebeldes no país há seis anos. A capital é, eventualmente, alvo de disparos de obuses lançados pelos insurgentes instalados nos arredores.

Veja também

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip
Realeza

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia
Ásia

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia