Atentado suicida talibã deixa cinco mortos no sul do Afeganistão

O diretor do principal hospital da província, Mauladad Tabihdad, informou que 38 feridos foram internados, em sua maioria crianças

AfeganistãoAfeganistão - Foto: Reprodução/ Google Maps

Um atentado executado no sul do Afeganistão matou cinco civis e deixou 25 feridos nesta quarta-feira (23), anunciaram as autoridades locais.

O ataque, reivindicado pelos talibãs, é o primeiro desde que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que descarta a saída das tropas americanas do Afeganistão e deu a entender que enviará mais soldados.

Um carro-bomba foi detonado em um estacionamento perto da sede da polícia em Lashkar Gah, capital de Helmand, informou à AFP Omar Zhwak, porta-voz do governador da província. Entre as vítimas estão mulheres e crianças.

O diretor do principal hospital da província, Mauladad Tabihdad, informou que 38 feridos foram internados, em sua maioria crianças. Os menores de idade estudavam em uma mesquita próxima ao local da explosão, segundo o porta-voz. Entre os mortos estão dois soldados e duas mulheres.

O ataque aconteceu às 8H00, quando muitas pessoas formavam uma fila diante da sede da polícia. Os alvos eram os veículos do exército que estavam no estacionamento, segundo o porta-voz da polícia, Salam Afghan.

Durante muitos anos Helmand foi o centro das operações das tropas internacionais no Afeganistão. Hoje é um reduto talibã que proporciona 80% da papoula (planta da qual se extrai o ópio) do país.

Veja também

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano
EUA

Janet Yellen é confirmada como primeira secretária do Tesouro americano

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia
EUA

Biden prevê atrasos nas negociações de ajuda financeira para a pandemia