Atirador mata três pessoas em Liège, na Bélgica

Autoridades investigam a possibilidade de que o tiroteio tenha sido um ataque terrorista, apesar de não haver confirmação oficial

País está em alerta desde os ataques que mataram 130 pessoas em Paris em 2015País está em alerta desde os ataques que mataram 130 pessoas em Paris em 2015 - Foto: Reprodução/internet

Ao menos três pessoas foram mortas por um atirador nesta terça-feira (29) no centro de Liege, no leste da Bélgica. Segundo as informações preliminares da agência de notícias France Presse, o atirador havia tomado uma mulher como refém e morreu durante a ação. Dos três mortos, dois eram policiais.

As imagens que já circulam pela internet mostram pessoas buscando proteção nas ruas de Liege. Há sons de sirenes e tiros. Essa mesma cidade foi alvo de um tiroteio em 2011, quando quatro pessoas foram mortas por um atirador e mais de cem foram feridas.

As autoridades investigam a possibilidade de que o tiroteio tenha sido um ataque terrorista, apesar de não haver confirmação oficial. O ministro do Interior, Jan Jambon, disse em uma rede social que a situação está sendo monitorada pelo centro de combate ao terrorismo.

Leia também:
Operação antiterrorista prende sete na Bélgica
Bélgica procura suspeitos de terrorismo e teme novo atentado


O país está em alerta desde os ataques que mataram 130 pessoas em Paris em 2015 - os atiradores tinham vínculos com a Bélgica- e os atentados que deixaram 32 mortos em Bruxelas.

Mais informações em instantes.

Veja também

OPAS pede 'estratégia integral' para conter a Covid-19 nas Américas
Pandemia

OPAS pede 'estratégia integral' para conter a Covid-19 nas Américas

Autoridades dos EUA não descartam hipótese de fuga acidental do vírus Sars-Cov-2 na China
Pandemia

Autoridades dos EUA não descartam hipótese de fuga acidental do vírus Sars-Cov-2 na China