Avianca suspende voos a Caracas após incidente com caça venezuelano

Empresa é colombiana e país tem histórico de relações conturbadas com a Venezuela

Na visita, o governador percorreu todos os boxes da FenearteNa visita, o governador percorreu todos os boxes da Fenearte - Foto: Divulgação

A aérea colombiana Avianca anunciou que suspendeu voos para Caracas e que está evitando o espaço aéreo venezuelano depois que um caça militar venezuelano se aproximou de um seus aviões, criando um incidente diplomático.

O ministério da Defesa da Colômbia disse que o avião ia de Madri a Bogotá quando o piloto viu no radar outra aeronave próxima. Ele notificou as autoridades colombianas e desviou da sua rota. Quatro minutos depois, o avião militar saiu de perto, e o jato retomou seu plano de voo original.

Depois que o avião pousou em Bogotá, autoridades venezuelanas disseram que o caça fazia um patrulhamento de rotina. "Estamos esperando que eles [Venezuela] garantam as condições de segurança necessárias para operarmos", disse Gilma Usuga, porta-voz da Avianca.

Os dois países têm um histórico de relações conturbadas. O governo venezuelano por vezes acusa a Colômbia de provocações, enquanto os colombianos dizem que Caracas dá apoio a guerrilhas no território da Colômbia.

Autoridades venezuelanas disseram que o presidente venezuelano Nicolás Maduro ordenou que o incidente seja investigado.

Veja também

Beyoncé e Kanye West puxam onda de canções de protesto e de orgulho negro
Black Lives Matter

Beyoncé e Kanye West puxam onda de canções de protesto e de orgulho negro

Dólar sobe para R$ 5,388 e fecha no maior nível em duas semanas
BOLSA DE VALORES

Dólar sobe para R$ 5,388 e fecha no maior nível em duas semanas