Avião militar russo cai na Síria e deixa 32 mortos

Foi um erro técnico, de acordo com os militares da Rússia

Antonov An-26, avião militar russo que caiu na SíriaAntonov An-26, avião militar russo que caiu na Síria - Foto: FERENC ISZA / AFP

Um avião militar russo caiu em uma base aérea do país na Síria nesta terça-feira (6), matando as 32 pessoas a bordo, segundo o Ministério da Defesa russo. O Antonov An-26 levava 26 passageiros e 6 tripulantes e caiu a 500 metros da pista; segundo militares russos, houve um "erro técnico".

A Rússia é aliada do presidente sírio Bashar al-Assad e tem uma base militar em Hmeymim, na Síria, perto do Mar Mediterrâneo, onde ocorreu o acidente.

A base militar não fica perto de locais de conflito atuais na guerra civil síria, mas houve bombardeios no local em dezembro. O Ministério da Defesa russo, porém, diz que a aeronave, de carga, não foi atingida por fogo inimigo, mas afirmou que o acidente será investigado.

Em dezembro de 2016, um avião levando uma orquestra militar russa à Síria caiu no Mar Negro, matando as 92 pessoas a bordo.

Leia também

Estados Unidos mantém acusações a Rússia sobre armas químicas na Síria
Rússia acusa inteligência americana de recrutar jornalistas

Houve outras mortes de forças russas na Síria, como em um incidente em fevereiro, quando rebeldes derrubaram um avião militar russo e mataram o piloto, que tinha se ejetado. Em outro incidente, cerca de 300 funcionários de uma empresa militar privada russa se feriram ou foram mortos em um ataque por uma coalizão liderada por americanos no mês passado.

Veja também

Donald Trump vota antecipadamente na Flórida
Eleições nos EUA

Donald Trump vota antecipadamente na Flórida

Estados Unidos tem recorde de 80 mil novos casos de Covid-19 em 24 horas
Coronavírus

Estados Unidos tem recorde de 80 mil novos casos diários de Covid