A-A+

Avião ucraniano voltava para aeroporto por 'problema' quando caiu

'Segundo testemunhas presenciais, observou-se um incêndio no avião que ia ficando mais intenso', explica o informe publicado no site da Organização da Aviação Civil

Destroços do avião Destroços do avião  - Foto: AFP

O Boeing 737 da companhia Ukraine International Airlines que caiu quarta-feira (8) no Irã havia retornado para o aeroporto de Teerã, devido a um "problema" - anunciou a Organização da Aviação Civil (CAO) iraniana.

"O avião que se dirigia, a princípio, para o oeste para sair da zona do aeroporto, girou para a direita, devido a um problema e estava no caminho de regresso ao aeroporto quando caiu", explicou o CAO em sua página on-line nesta quinta-feira (9).

"Segundo testemunhas presenciais (...) observou-se um incêndio no avião que ia ficando mais intenso", acrescentou o informe publicado no site da CAO.

Leia também:
Irã diz que não entregará as caixas-pretas de avião que caiu para os EUA
Vídeo mostra queda de avião que matou 176 no Irã

As testemunhas presenciais seriam pessoas que olhavam a decolagem do avião do solo, e outras que se encontravam em um avião que voava a maior altitude do que o Boeing no momento da tragédia.

Veja também

G20: Brasil vai priorizar temas como saúde, tecnologia e meio ambiente
Brasil

G20: Brasil vai priorizar temas como saúde, tecnologia e meio ambiente

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar
Direitos Humanos

ONU teme 'crimes hediondos em massa' em Mianmar