Bebê nasce durante voo para a Turquia

Bebê nasceu de sete meses, e pai ajudou no parto

Turkish AirlinesTurkish Airlines - Foto: divulgação

A congolesa Musuamba Michoukayembe, 21, deu à luz ao pequeno Bennel durante um voo de quatro horas que ia de Libreville, capital do Gabão, para Istambul, na Turquia, nessa quinta (13). A mulher entrou em trabalho de parto três horas após a decolagem e precisou fazer um parto emergencial com a ajuda do marido, que é médico.

A tripulação liberou espaço no fundo da aeronave para os procedimentos médicos. Após o nascimento do bebê, os comissários de bordo se organizaram para trocar limpar e trocar a criança, enquanto Musuamba se recuperava com a ajuda do marido. Com a gestação de 28 semanas, ou sete meses, não era esperado que a congolesa entrasse em trabalho de parto. As companhias aéreas permitem que grávidas voem sem autorização médica até, justamente, os sete meses de gravidez.  Mãe e filho foram encaminhados para um hospital assim que pousaram na Turquia. Ambos passam bem.

O piloto Alper Akkaya pediu prioridade para fazer o pouso em Istambul, mas não cogitou aterrizar em outro aeroporto. "Como eles estavam saudáveis, nós continuamos o nosso voo de quatro horas", disse em entrevista ao portal de notícias turco Hurriyet.
"Decolamos com 144 passageiros e aterrisamos com 145", afirmou a comissária Fatma Akyuz para a publicação. "Foi um momento lindo para nós."

Veja também

Israel retira obrigatoriedade de uso de máscara em locais públicos fechados
Pandemia

Israel retira obrigatoriedade de uso de máscara em locais públicos fechados

Chile vacinará com Pfizer menores de 45 anos que tomaram 1ª dose da AstraZeneca
Vacinação

Chile vacinará com Pfizer menores de 45 anos que tomaram 1ª dose da AstraZeneca