Mundo

Bolsonaro e Kim Jong-un estrelam vídeo eleitoral de Trump

Antes de Bolsonaro entrar em cena, as bandeiras americana e brasileira aparecem lado a lado. No quadro seguinte, os dois líderes apertam a mão

Donald Trump e Jair BolsonaroDonald Trump e Jair Bolsonaro - Foto: Jim Watsomn/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) estrela o vídeo que Donald Trump compartilhou nessa terça-feira (9) em uma rede social. A peça é uma propaganda para a campanha presidencial estadunidense de 2020, na qual o americano espera ser reeleito. Além de Bolsonaro, o ditador norte-coreano Kim Jong-un é o outro mandatário que aparece no anúncio.

Em fevereiro, o chanceler do Brasil, Ernesto Araújo, afirmou não saber se o regime da Coreia do Norte é tão brutal quanto o do venezuelano Nicolás Maduro. Em seguida, reclamou que os jornais só passaram a chamar os líderes norte-coreanos de ditadores após Trump passar a negociar com Kim Jong-un.

Antes de Bolsonaro entrar em cena, as bandeiras americana e brasileira aparecem lado a lado. No quadro seguinte, os dois líderes apertam a mão. Bolsonaro foi recebido pelo mandatário americano em março, na Casa Branca.

Leia também:
Políticas de Trump ameaçam agravar desigualdade nos EUA
Em almoço fechado, Trump diz querer Brasil como membro pleno da Otan
Mourão deveria renunciar e ir para a oposição, diz ex-estrategista de Trump


O vídeo começa assim: "Primeiro eles te ignoram. Depois riem de você. Então te chamam de racista". Intercalam essas chamadas imagens de líderes no espectro oposto ao do republicano, como os ex-presidentes democratas Barack Obama e Bill Clinton, mais sua esposa e ex-secretária de Estado de Obama, Hillary.

Filho que acompanhou Bolsonaro na viagem aos EUA, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) compartilhou a postagem de Trump nas redes sociais. Em novembro, com o pai já eleito, ele esteve em Washington com um boné em que se lia "Trump 2020".

Veja também

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais
Londres

Conservadores britânicos sofrem revés nas eleições locais

Gallup: Aprovação de Biden atinge menor nível entre presidentes na série histórica, em 38,7%
ELEIÇÕES EUA

Gallup: Aprovação de Biden atinge menor nível entre presidentes na série histórica, em 38,7%

Newsletter