Brasil apoia referendo na Venezuela este ano

"Se não, vamos ver no futuro que atitude tomar”, disse Temer em Brasília, antes de uma viagem a Argentina

Temer apoia que votação aconteça ainda neste anoTemer apoia que votação aconteça ainda neste ano - Foto: Evaristo Sá/afp

 

O presidente Michel Temer disse que o Brasil é partidário de que o referendo sobre a revogação do mandato de Nicolás Maduro na Venezuela aconteça ainda este ano, em uma entrevista concedida ao jornal argentino La Nación publicada neste domingo (2).

“Apoiamos que (o referendo revogatório) aconteça este ano. É nossa proposta. Se não, vamos ver no futuro que atitude tomar”, disse Temer em Brasília, antes de uma viagem a Argentina.

Temer terá um encontro bilateral neta segunda (3) com o presidente argentino Mauricio Macri, em meio a uma crise no Mercosul pela transferência da presidência do bloco, que o Uruguai pretendia passar para a Venezuela, o que tem a oposição de Brasília, Buenos Aires e Assunção. “Estamos preocupados com as detenções que acontecem lá (na Venezuela) de natureza política”, disse Temer.

“Não estamos isolando a Venezuela. A questão é a participação da Venezuela no Mercosul ou não. E a presidência pro tempore da Venezuela foi justamente questionada pelo que acontece lá”, enfatizou, de acordo com o La Nación.

A tensão com a Venezuela aumentou desde que Temer assumiu o governo após a destituição da presidente Dilma Rousseff pelo Congresso, o que Caracas chama de “golpe”.

 

Veja também

Espanha considera 'estado de alarme' por Covid-19; Madri impõe novas restrições
Coronavírus

Espanha considera 'estado de alarme' por Covid-19; Madri impõe novas restrições

Donald Trump vota antecipadamente na Flórida
Eleições nos EUA

Donald Trump vota antecipadamente na Flórida