Chile suspende alerta de tsunami após terremoto

Autoridades também determinaram o cancelamento das medidas de precaução nas cinco regiões do sul do Chile que foram afetadas pelo tremor

Deputado federal João Campos (PSB)Deputado federal João Campos (PSB) - Foto: Chico Ferreira

O governo do Chile suspendeu o alerta de tsunami emitido após o terremoto de magnitude 7,6 registrado neste domingo (25) no sul do país.

Saiba mais:
Terremoto de magnitude 7.6 atinge o Chile e provoca alerta de tsunami


As autoridades também determinaram o cancelamento das medidas de precaução nas cinco regiões do sul do Chile que foram afetadas pelo tremor, que não deixou vítimas, mas provocou queda de energia em alguns locais e danos em estradas.

O terremoto ocorreu às 11h22 locais (12h22 de Brasília), 67 km a noroeste da cidade de Melinka, na Ilha de Chiloé, localizada em frente à costa da região de Los Lagos (1.021 km ao sul de Santiago). O epicentro fica a cerca de 1.100 km da capital chilena, Santiago.

O tremor gerou um alerta de tsunami emitido pelas autoridades locais, que determinaram o esvaziamento de cinco regiões do país.

Com a suspensão do alerta durante a tarde, os moradores de áreas costeiras nas cidades próximas ao epicentro já retornavam para suas casas.

Veja também

Nove dos mineiros soterrados em mina na China morreram
RESGATE

Nove dos mineiros soterrados em mina na China morreram

Ricos saem ilesos, até mais fortes, da pandemia, aponta ONG
DESIGUALDADE

Ricos saem ilesos, até mais fortes, da pandemia, aponta ONG