China reforça tropas na fronteira com Índia

Em meados de junho, a Índia enviou soldados para um setor da fronteira entre os dois territórios e o Butão

ÍndiaÍndia - Foto: AFP

A China anunciou, nesta segunda-feira (24), que reforçará sua presença militar na fronteira indiana, onde os Exércitos de ambos os países se mantêm em estado de alerta.

Em meados de junho, a Índia enviou soldados para um setor da fronteira entre os dois territórios e o Butão para bloquear a construção de uma estrada por parte do Exército chinês. A região é reivindicada tanto por Pequim quanto por Nova Délhi.

Desde então, os militares indianos e chineses assumiram posições a apenas alguns metros de distância, segundo a imprensa indiana.

"As tropas fronteiriças chinesas tomaram medidas de emergência e, nessa zona, reforçarão sua mobilização e seu treinamento", declarou à imprensa o porta-voz do Ministério chinês da Defesa, Wu Qian, pedindo à Índia que retire suas tropas.

Nova Délhi e Pequim divergem sobre o traçado de suas fronteiras, em particular no estado indiano de Arunachal Pradesh (ao leste), uma região integrada ao território indiano durante a colonização britânica. O governo chinês reivindica sua soberania.

Veja também

Imunidade contra a Covid-19 pode ser maior que seis meses, afirma estudo
Coronavírus

Imunidade contra a Covid-19 pode ser maior que seis meses, afirma estudo

FBI indicia filho de brasileiros envolvido no ataque ao Congresso dos EUA
EUA

FBI indicia filho de brasileiros envolvido no ataque ao Congresso