Clero é rico de “dinheiro” e de “soberba”, diz Papa

Ddiscurso se deu durante evento, da 36ª Congregação dos Jesuítas

 

Ao discursar na quinta-feira (24), no Vaticano, para delegações de jesuítas , o papa Francisco criticou o cle­ro e disse que ele é “rico” não apenas de “dinheiro”, mas também de “soberba”. O discurso se deu durante evento, da 36ª Congregação dos Jesuítas.
“O clericalismo é rico. E se não é rico de dinheiro, o é de soberba. Mas é rico, tem um apego às posses. Ele não se deixa ser criado pela mãe pobreza, não deixa que protejam o muro da pobreza. O cle­ricalismo é uma das piores formas de riqueza pelas quais a Igreja é acometida, ao me­nos em alguns lugares da Igreja e mesmo nas experiências mais cotidianas”, afirmou o Papa.

O religioso argentino – que foi o primeiro jesuíta a ser elei­to Papa - também disse que “as críticas” feitas à Companhia de Jesus e a ele “têm um sabor de tipo restauracio­nista. Vale a pena dizer que são críticas que desejam uma restauração. Por detrás da críticas, há este tipo de pensamento”, afirmou.

 

Veja também

Antes de referendo, protestos marcam um ano de manifestações no Chile
Referendo

Protestos marcam um ano de manifestações no Chile

Projeções apontam vitória do candidato de Evo Morales no 1º turno na Bolívia
América Latina

Projeções apontam vitória do candidato de Evo Morales no 1º turno na Bolívia