Mundo

Confrontos entre extremistas na Síria deixam ao menos 70 mortos

Em janeiro, a Fateh al-Sham já havia lutado contra grupos rebeldes nesta mesma província

Rebeldes síriosRebeldes sírios - Foto: Omar Haj Kadour/AFP

Cerca de 70 combatentes extremistas islâmicos morreram nas últimas 24 horas na Síria em confrontos entre dois grupos anteriormente aliados, noticiou nesta terça-feira (14) o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH).

Os combates entre a Frente Fateh al-Sham - segundo movimento extremista islâmico na Síria - e Jund al-Aqsa, um grupo ainda mais radical, refletem as crescentes divisões na província de Idleb entre os insurgentes, uma vez aliados contra o regime de Bashar al-Assad.

Em janeiro, a Fateh al-Sham já havia lutado contra grupos rebeldes nesta mesma província. Até então eles eram aliados sob o nome de Exército da Conquista. Esses combates duraram dez dias e causaram dezenas de mortes, de acordo com o OSDH.

Na madrugada de segunda-feira (13), a Fatah al-Sham entrou em confronto com o Jund al-Aqsa depois de tensões relacionadas a uma disputa de influência no sul da província de Idleb. O Jund al-Aqsa realizou um ataque a bomba contra uma sede da Fateh al-Sham, ex-facção da Al-Qaeda na Síria, matando nove pessoas.

Os combates e execuções entre os dois grupos deixaram pelo menos 69 mortos até esta terça-feira de manhã. A violência também alcançou a província vizinha de Hama.

"Estas são batalhas entre senhores da guerra. É uma guerra de influência", declarou à AFP Rami Abdel, diretor do OSDH.

Em outubro, a Fateh al-Sham anunciou que havia absorvido o Jund al-Aqsa, um grupo designado como "entidade terrorista" por Washington e detestado pelos rebeldes. No entanto, há quase um mês reverteu sua decisão e expulsou os membros deste pequeno grupo de suas fileiras.

O conflito na Síria tem se tornado cada vez mais complexo, com múltiplos atores sírios, grupos regionais e internacionais e jihadistas. A guerra já deixou mais de 310.000 mortos e forçou a fuga de mais de 10 milhões de pessoas.

Veja também

Rússia exibe míssil de cruzeiro hipersônico Zircon em teste no mar
Guerra

Rússia exibe míssil de cruzeiro hipersônico Zircon em teste no mar

Deslizamento deixa três mortos e quatros desaparecidos na Guatemala
chuvas

Deslizamento deixa três mortos e quatros desaparecidos na Guatemala