Mundo

Coronavírus já matou 26 pessoas; OMS mantém alerta permanente

Mais de mil casos suspeitos estão sendo investigados

Coronavírus já matou 26 pessoas, ChinaCoronavírus já matou 26 pessoas, China - Foto: Mark RALSTON / AFP

Vinte e seis mortos e 830 pessoas infectadas com o coronavírus são os números mais recentes sobre o coronavírus, divulgados pelo governo chinês.

A agência de notícias France Press cita a Comissão Nacional de Saúde da China e diz que mais de mil casos considerados suspeitos estão sendo investigados.

O Japão anunciou, na madrugada de hoje, o registro de mais uma pessoa infectada pelo vírus. Uma segunda pessoa infectada também foi confirmada na última madrugada na Coreia do Sul.

Leia também:
Ministério da Saúde descarta suspeita de caso de coronavírus no Brasil
Pequim cancela festividades do Ano Novo chinês por causa de coronavírus
Estudos sugerem que morcegos e cobras podem ser responsáveis pela origem do coronavírus

Há poucas horas, o Cirque du Soleil anunciou o cancelamento de todos os espetáculos na cidade de Hangzhou, na China.

Mesmo diante desse cenário, a Organização Mundial da Saúde (OMS) voltou a considerar prematuro declarar situação de emergência internacional, mas reconheceu a urgência na China, acrescentando que acompanha atentamente a situação.

A OMS admite voltar a reunir uma comissão de peritos para analisar a questão. Três cidades chinesas estão de quarentena. Até agora não há conhecimento de qualquer caso na Europa.

Muitos aeroportos em todo o mundo já estão adotando medidas de controle dos passageiros procedentes da China.

Veja também

Deslocados forçados no mundo superam os 100 milhões pela primeira vez, diz ONU
Mundo

Deslocados forçados no mundo superam os 100 milhões pela primeira vez, diz ONU

Biden adverte para impacto 'relevante' da varíola dos macacos
Estados Unidos

Biden adverte para impacto 'relevante' da varíola dos macacos