Costa caribenha de México é atingida por novo tiroteio

Ataque aconteceu um dia depois de tiroteio em bar na Playa del Carmen

Praia de CancunPraia de Cancun - Foto: Divulgação

A Riviera Maya foi abalada na terça-feira (17) por um ataque a tiros contra a procuradoria que deixou um policial e três criminosos mortos, um dia após cinco pessoas morrerem em um tiroteio em um bar na vizinha Playa del Carmen.

Leia mais: Tiroteio durante festival de música deixa 5 mortos no México

Um policial estatal e três criminosos morreram em um tiroteio registrado na terça-feira (17) contra o edifício da procuradoria de Quintana Roo, localizado no balneário de Cancún, que foi repelido por efetivos do centro de operações da polícia contíguo, informou em uma mensagem o governador desta demarcação, Carlos Joaquín González.

Outros cinco pistoleiros foram detidos, acrescentou o governador. Durante horas a informação sobre o ataque lançado às 21h00 GMT (18h00 de Brasília) foi escassa, e em um primeiro relatório o secretário de Segurança Pública de Quintana Roo, Rodolfo del Ángel, informou que duas pessoas que trabalhavam na procuradoria e um criminoso morreram na agressão.

"A única coisa que (os tiroteios) revelam é que vamos no caminho certo e não vamos baixar a guarda", acrescentou o governador, que pediu ao governo federal o envio de mais forças de segurança.

O tiroteio provocou pânico na cidade costeira do Caribe mexicano, um dia após três estrangeiros e dois mexicanos morrerem em um tiroteio no bar "Blue Parrot" de Playa del Carmen, onde era realizado o encerramento de um festival de música eletrônica.

Os tiroteios romperam a paz em uma região que é popular entre turistas americanos e europeus e que havia contido a violência gerada pelo narcotráfico em outros pontos do país.

"Foi ativado o código vermelho", que consiste em um protocolo de segurança no qual participam as forças militares, as polícias federal e estatal, assim como o serviço de inteligência mexicano, afirmou Del Ángel.

O edifício da procuradoria se encontra a 7 km da zona hoteleira de Cancún, um dos principais destinos turísticos do México.

Meios de comunicação locais informaram que nos acessos à zona hoteleira, integrada por várias redes de hotéis de luxo, foram instalados três postos de controle.

A embaixada dos Estados Unidos pediu aos seus cidadãos que sigam as instruções das autoridades "antes de sair" de seus hotéis.

"Solicitamos calma à população", disse no Twitter Remberto Estrada, prefeito do município de Benito Juárez, ao qual Cancún pertence.

Em fotografias captadas pela AFP é possível observar militares e policiais protegendo a procuradoria de Quintana Roo, e em vídeos divulgados pela rede Televisa são ouvidos tiros.

O procurador do estado de Quintana Roo, Miguel Ángel Pech, que investiga o tiroteio de Playa del Carmen, não estava na procuradoria no momento do ataque, disse à AFP Adriana Mezquita, diretora de Comunicação Social do município de Benito Juárez.

Veja também

Rainha Elizabeth compartilha foto dela com príncipe Philip nas redes sociais
Família Real

Rainha Elizabeth compartilha foto dela com príncipe Philip nas redes sociais

Raúl Castro anuncia aposentadoria e deixa comando do Partido Comunista de Cuba
Mundo

Raúl Castro anuncia aposentadoria e deixa comando do Partido Comunista de Cuba