Criança morre queimada em festival de arte no Japão

Segundo a Polícia, garoto de cinco anos estava em uma espécie de gaiola de madeira

Lula Lula  - Foto: Nelson Almeida / AFP

Um menino de cinco anos morreu queimado em uma espécie de gaiola de madeira, uma estrutura criada para um festival de arte em Tóquio, informaram nesta segunda-feira (07) a polícia e a imprensa japonesas.

Uma instalação semelhante a um brinquedo infantil, exposta na Semana de Design de Tóquio, queimou de forma brutal no domingo, informou a imprensa local, citando testemunhas.

Um homem desesperado gritava por socorro: "Meu filho está dentro!", de acordo com Asahi Shimbun e outros jornais.

A imprensa informou que o garoto sucumbiu às queimaduras. Outras crianças, cujo número não foi especificado, conseguiram ser tiradas da estrutura em chamas.

Muitas famílias participaram neste festival de arte, onde estava exposta esta instalação, construída por estudantes.

A causa do incêndio ainda não foi determinada oficialmente, declararam autoridades da polícia e dos bombeiros.

A agência de notícias Jiji, citando fontes da investigação, revelou que uma lâmpada incandescente com defeito foi encontrada no local, o que poderia ter inflamado a serragem deixada na construção.

O pai do menino e outro homem que tentou salvar a criança também sofreram queimaduras, mas sua vida não está em perigo.

Os organizadores do festival e da universidade apresentaram desculpas pelo que aconteceu, enquanto mensagens de solidariedade multiplicavam nas redes sociais.

Veja também

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão
EUA

Líder de seita de escravas sexuais é condenado a 120 anos de prisão

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra
Coronavírus

Estudo sugere queda de anticorpos associada à segunda onda de Covid na Inglaterra