Cristina Kirchner e filhos são indiciados por lavagem de dinheiro

Cristina Kirchner e os filhos teriam passado as divisas ilícitas provenientes de desvios de verbas destinadas a obras públicas

Cristina KirchnerCristina Kirchner - Foto: Presidência da Argentina

A ex-presidente Cristina Kirchner, assim como seus filhos Máximo e Florencia, foram indiciados nesta segunda-feira (14), por lavagem de dinheiro. Esta é o quinto processo judicial pela qual a ex-mandatária vem sendo investigada, e envolve o uso dos hotéis que pertencem à família Kirchner na Patagônia.

Por meio deles, teriam passado as divisas ilícitas provenientes de desvios de verbas destinadas a obras públicas num esquema em que estava envolvido o empresário Lázaro Báez desde a gestão de seu marido e antecessor, Néstor Kirchner (2003-2007). Báez, amigo da família, se encontra preso esperando julgamento.

A Justiça também determinou o embargo de 800 milhões de pesos (R$ 116 milhões) de cada um dos envolvidos. Cristina responde ainda a processos por evasão de divisas devido a informação privilegiada, enriquecimento ilícito e desvio de verbas relacionadas a outras obras públicas.

Leia também
Cristina Kirchner irá a julgamento por corrupção
Kirchner diz que pedido de prisão é excesso que viola o Estado de direito


Outros funcionários do período kirchnerista (2003-2015) também estão sendo processados, como o ex-ministro do Planejamento, Julio De Vido, e o ex-vice-presidente, Amado Boudou. No caso da lavagem de dinheiro por meio dos hotéis na Patagônia também estão sendo acusadas outras 17 pessoas.

Veja também

Argentina reduz voos para Brasil, México, Estados Unidos e Europa
MEDIDA

Argentina reduz voos para Brasil, México, Estados Unidos e Europa

Terremotos em série geram pânico em região espanhola de Granada
SISMO

Terremotos em série geram pânico em região espanhola de Granada