Cuba declara nove dias de luto pela morte de Fidel Castro

Governo informou que as cinzas de Fidel serão sepultadas no dia 4 de dezembro, após peregrinação de aproximadamente 1.000 km

Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB)Ciro Gomes (PDT) e Geraldo Alckmin (PSDB) - Foto: Divulgação

Cuba fará nove dias de luto nacional em homenagem pela morte de Fidel Castro, o líder da revolução cubana, que faleceu aos 90 anos, com diversos atos em Havana e Santiago de Cuba, onde suas cinzas serão enterradas no dia 4 de dezembro.

Leia mais:
» Temer, Dilma e Lula lamentam morte de Fidel Castro
»Em Cuba, população se divide entre festa e lamento pela morte de Fidel
»Trump: Fidel Castro foi um "ditador brutal" que oprimiu seu povo
»O futuro incerto da ilha revolucionária ante a morte de Fidel
»Veja a repercussão da morte do ditador cubano Fidel Castro
»Miami festeja a morte de Fidel e proclama uma "Cuba livre"
»Confira as principais datas da vida do ex-presidente cubano Fidel Castro
»Presidentes latino-americanos lamentam a morte de Fidel
»Fidel Castro morre em Cuba aos 90 anos


Após decretar nove dias de luto nacional, o governo informou que as cinzas de Fidel Castro serão sepultadas no dia 4 de dezembro cemitério Santa Ifigenia, em Santiago de Cuba, onde chegarão após percorrer a ilha por quatro dias, de quarta-feira a sábado, partindo de Havana.

O governo de Raúl Castro promulgou um decreto com o anúncio. "Durante a vigência do luto nacional cessarão as atividades e os espetáculos públicos, ondeará o pavilhão nacional a meio o mastro nos prédios públicos e estabelecimentos militares", segundo o texto difundido pela imprensa estatal.

A peregrinação de aproximadamente 1.000 km acontecerá no sentido inverso ao feito por Fidel na "Caravana da Liberdade" em 1959 de Santiago de Cuba, após proclamar o triunfo de sua revolução, informou a comissão organizadora dos funerais.

Está previsto um grande ato de despedida nesta terça-feira na Praça da Revolução de Havana, coração político da ilha, onde serão expostas as cinzas do pai da revolução cubana na segunda e na na terça-feira.

Outro grande ato acontecerá no sábado na Praza Antonio Maceo, de Santiago de Cuba, a 960 km da capital cubana e considerada o berço da revolução.

O governo informou que a revista militar prevista para o dia 2 de dezembro, pelo 60 aniversário do desembarque do Granma e dia das Forças Armadas Revolucionárias, será postergada para 2 de janeiro de 2017.

Veja também

Nova fase de testes para vacina chinesa contra Covid-19 começa em 20 de julho
Coronavírus

Nova fase de testes para vacina chinesa contra coronavírus começa em 20 de julho

Em anúncio de campanha, Trump promete proteger Cristo Redentor
Campanha

Em anúncio de campanha, Trump promete proteger Cristo Redentor