Detidas três pessoas em Berlim por suposta relação com extremismo

O porta-voz confirmou uma informação publicada pelo jornal Bild de que essas três pessoas estão relacionadas com o grupo Estado Islâmico na Síria e Iraque

Três pessoas suspeitas de estarem vinculadas ao terrorismo foram presas em Berlim, informou nesta terça-feira à noite um porta-voz da Polícia à AFP. Os três indivíduos, de 21, 31 e 45 anos, são suspeitos de "terem planejado viajar para zonas de guerra", na Síria ou Iraque, afirmou o porta-voz. A Justiça os acusa de quererem visitar campos de treinamento para depois cometer atentados.

O porta-voz confirmou uma informação publicada pelo jornal Bild de que essas três pessoas estão relacionadas com o grupo Estado Islâmico na Síria e Iraque. A Justiça investiga a preparação de um "ato grave contra o Estado", segundo jornal, mas "não há indícios sobre projetos concretos de atentados na Alemanha".

As três pessoas frequentavam uma mesquita salafista, para onde ia regularmente o autor do atentado com um caminhão em 19 de dezembro em Berlim, afirmou o Bild. A mesquita, que também está na mira dos investigadores, foi inspecionada, segundo a mesma fonte. Ao menos dois dos suspeitam moram em Berlim, informou o Bild.

Veja também

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip
Realeza

Grávida, Meghan Markle não acompanhará Harry ao funeral do príncipe Philip

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia
Ásia

Ao menos 7 mortos em terremoto na Indonésia