Dois ex-assessores da presidente sul-coreana são detidos

O caso explodiu no mês passado, quando Choi Soon-Sil, uma amiga muito próxima de Park, foi acusada de desvio de fundos e intromissão em assuntos de Estado

Linhas de transmissãoLinhas de transmissão - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

Dois ex-assessores da presidente sul-coreana Park Geun-Hye foram detidos neste domingo (6) no âmbito da investigação sobre um escândalo político que levou milhares de pessoas a pedir a renúncia da presidente.

O caso explodiu no mês passado, quando Choi Soon-Sil, uma amiga muito próxima de Park, foi acusada de desvio de fundos e intromissão em assuntos de Estado se aproveitando de sua influência pessoal sobre a presidente.

Ahn Jong-beom, que foi assessor de Park, foi preso neste domingo pela manhã acusado de abuso de poder e tentativa de coação, indicou a agência de notícias Yonhap.

Veja também

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico
Plebiscito

Chilenos pausam protestos e vão às urnas em massa em plebiscito histórico

Piñera vota em plebiscito no Chile sobre mudança na Constituição
Chile

País sai às urnas neste domingo (25) para decidir sobre a elaboração de uma nova Constituição