Mundo

EI no Egito reivindica lançamento de foguetes contra território israelense

"Graças a Deus, uma ala militar disparou vários foguetes Grad contra Eilat", afirma um grupo egípcio vinculado ao EI

Israel Israel  - Foto: Divulgação

O grupo Estado Islâmico (EI) reivindicou nesta quinta-feira (9) o lançamento a partir da península egípcia do Sinai de dois foguetes que caíram na cidade israelense de Eilat, às margens do Mar Vermelho, no sul do país.

"Graças a Deus, uma ala militar disparou vários foguetes Grad contra Eilat", afirma um grupo egípcio vinculado ao EI em um comunicado publicado nas redes sociais.

O exército israelense informou na quarta-feira (8) que os disparos não provocaram vítimas. O sistema de defesa israelense Domo de Ferro interceptou três foguetes e outro não atingiu a cidade.

O Sinai é cenário de confrontos frequentes entre soldados e policiais egípcios com membros da organização Província do Sinai, vinculado ao EI, que antes era conhecido como Ansar Beit Al-Maqdess.

Ansar Beit Al-Maqdess foi criado em março de 2011 com o objetivo de atacar Israel, que faz fronteira com o Sinai e evitar a cooperação entre Egito e Israel.

Mas o grupo ataca principalmente o regime do presidente egípcio Abdel Fattah al-Sisi desde que, em julho de 2013, derrubou o presidente islamita Mohamed Mursi.

O Egito é um dos dois países árabes, ao lado da Jordânia, que tem um tratado de paz com Israel.

Veja também

EUA multam Twitter em US$ 150 milhões por violação de dados confidenciais
Twitter

EUA multam Twitter em US$ 150 milhões por violação de dados confidenciais

Elon Musk eleva a US$ 33,5 bilhões aporte direto para comprar Twitter
Rede Social

Elon Musk eleva a US$ 33,5 bilhões aporte direto para comprar Twitter