A-A+

Em nota, Irã reitera que ataque foi retaliação à morte de Suleimani

O Irã também deu a entender que Israel, apoiado pelos EUA, poderia se tornar alvo de um ataque militar

Iranianos após o ataque dos Estados UnidosIranianos após o ataque dos Estados Unidos - Foto: ATTA KENARE / AFP

Em nota divulgada nesta quarta-feira (8), por meio da TV estatal, a Guarda Revolucionária Islâmica do Irã informa que a Força Aérea do país bombardeou a Base Aérea de al-Asad com vários mísseis, em retaliação ao assassinato do herói Qassem Soleimani". O nome da operação foi "Mártir Soleimani".

"Nós alertamos os arrogantes EUA [Estados Unidos] de que quaisquer novas provocações levarão a retaliações mais graves e destrutivas", acrescenta o comunicado.

Leia também:
Irã responde a ataque dos EUA que matou general Suleimani
EUA pedem a americanos no Brasil 'cuidado extra' por tensão com Irã

O Irã também deu a entender que Israel, apoiado pelos EUA, poderia se tornar alvo de um ataque militar. "Nós não distinguimos os governos americano e sionista".

Veja também

Congresso americano aprova abertura de processo contra Bannon por desacato
EUA

Congresso americano aprova abertura de processo contra Bannon por desacato

Restos humanos achados na Flórida são de namorado de influenciadora morta nos EUA
Caso Gabby Petito

Restos humanos achados na Flórida são de namorado de influenciadora morta nos EUA