Em Pearl Harbor, Obama elogia força da aliança Tóquio-Washington

"Nossa aliança nunca esteve tão forte", declarou Obama, que deixa a Casa Branca em 20 de janeiro próximo

 Lessa fará a divulgação do acordo dos secretários de CT&I dos governos estaduais da região Nordeste Lessa fará a divulgação do acordo dos secretários de CT&I dos governos estaduais da região Nordeste - Foto: Divulgação

O presidente americano, Barack Obama, elogiou nesta terça-feira (27) a força da aliança entre os Estados Unidos e o Japão, após prestar uma homenagem - acompanhado do premiê japonês, Shinzo Abe - às vítimas de Pearl Harbor, 75 anos depois do ataque que abalou a América.

"Nossa aliança nunca esteve tão forte", declarou Obama, que deixa a Casa Branca em 20 de janeiro próximo. "O caráter de um país se mede na guerra, mas ele também se define na paz", afirmou.

"Espero que, juntos, enviemos uma mensagem ao mundo de que se ganha mais com a paz do que com a guerra, que a reconciliação tem mais recompensas do que represálias", completou Obama.

Veja também

Preocupação e incógnitas em torno da variante indiana do coronavírus
Pandemia

Preocupação e incógnitas em torno da variante indiana

Vazamento de gás na Índia causa a morte de 22 pacientes internados com Covid-19
Tragédia

Vazamento de gás na Índia causa a morte de 22 pacientes internados com Covid-19