A-A+

Empresa russa oferece bônus por 'feminilidade'

A empresa propôs uma 'maratona de feminilidade' que terá cerca de um mês de duração

A empresa repercutiu negativamente nas redes sociaisA empresa repercutiu negativamente nas redes sociais - Foto: Pixabay

Uma empresa russa propôs bônus às funcionárias que forem trabalhar de saia e bem maquiadas, como parte de uma "maratona da feminilidade" que pode durar um mês - informa a imprensa local.

A Tatprof, especializada na fabricação de perfis de alumínio e com sede no Tartaristão (Volga), tomou a iniciativa para "embelezar" as jornadas de trabalho, declarou a porta-voz da companhia Anastassia Kirillova à rádio Govorit Moskva.

"Muitas mulheres usam calça comprida e, por isso, nós esperamos que esta ação facilite nossas damas a sentirem sua feminilidade e seu encanto quando optam por uma saia", explicou.

Leia também:
Rihanna quer revolucionar a moda para mulheres empoderadas
Senado aprova extensão da Lei Maria da Penha para mulheres transgêneras e transexuais


De 27 de maio a 30 de junho, cada funcionária terá um bônus de 100 rublos (1,4 euro, no câmbio de hoje) por dia, se cumprir as condições da "maratona da feminilidade" organizada pela Tatprof, de acordo com publicidade divulgada pela empresa nas redes sociais.

"É uma excelente forma de unir nossa equipe" composto por 70% de homens, afirma Anastassia Kirillova, acrescentando que a empresa não proibirá o uso de calça para as mulheres.

Embora Kirillova tenha dito que a iniciativa "agradou a todos" os funcionários da Tatprof, surgiram reações negativas nas redes sociais.

Veja também

Brasileiro é assassinado a tiros no Paraguai
Tragédia

Brasileiro é assassinado a tiros no Paraguai

Mineiros da Vale presos no Canadá desde domingo estão sendo resgatados
Mineiros

Mineiros da Vale presos no Canadá desde domingo estão sendo resgatados