Pandemia

Equador teme novo surto de covid após jogo contra o Brasil

A partida aconteceu no último dia 27

Presidente do Equador, Guillermo LassoPresidente do Equador, Guillermo Lasso - Foto: Rodrigo Buendia / AFP

O Equador teme um novo surto de covid-19 devido ao descumprimento das medidas de biossegurança na partida entre sua seleção e a do Brasil, válida pelas eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar-2022, declarou nesta sexta-feira (28) a ministra da Saúde, Ximena Garzón.

"Havia mais pessoas, as medidas de biossegurança e o distanciamento não foram respeitados, então pode haver um novo surto", afirmou Garzón a repórteres durante a apresentação de equipamentos adquiridos para pesquisar as variantes do coronavírus.

A ministra ressaltou que em outras partidas o público cumpriu o protocolo de biossegurança imposto pela Federação Equatoriana de Futebol (FEF), mas "é uma pena que isso não tenha se refletido agora".

Em princípio, o Comitê Nacional de Operações de Emergência (COE) havia decidido proibir a entrada de torcedores no duelo que terminou em 1 a 1 e manteve o Equador em terceiro lugar nas eliminatórias com 24 pontos.

No entanto, após insistência da FEF e um pedido do presidente Guillermo Lasso, o órgão responsável pela gestão da pandemia decidiu permitir uma lotação de 50% no estádio Rodrigo Paz Delgado.

O prefeito de Quito, Santiago Guarderas, concordou com a ministra da Saúde. Por meio de sua conta no Twitter, ele destacou que na operação de controle dentro do estádio "foi verificado o descumprimento das medidas de biossegurança".

A FEF, por sua vez, sustentou que respeitou a capacidade estabelecida. Em imagem divulgada na mesma rede social, a entidade indicou ter contabilizado 17.156 ingressos. O estádio Rodrigo Paz Delgado tem capacidade para cerca de 42 mil pessoas.

Com 17,7 milhões de habitantes, o Equador registra mais de 717.000 casos decovid-19 (4.051 casos por 100.000 habitantes) e 34.489 mortes.

Veja também

EUA pressionam por cessar-fogo em Gaza com visita de diretor da CIA ao Egito e reunião de Biden com
ISRAEL X HAMAS

EUA pressionam por cessar-fogo em Gaza com visita de diretor da CIA ao Egito e reunião de Biden com

Mulher atira em megaigreja dos EUA, fere criança de 5 anos e é morta por policiais
HOUSTON

Mulher atira em megaigreja dos EUA, fere criança de 5 anos e é morta por policiais